03 novembro 2009

Os cafés


Há tempos li um pequeno livro de G. Steiner cujo título é Europa. Faz uma análise aos fundamentos da Europa, nomeadamente as matrizes judaico-cristãs e helénicas, encontrando os principais motivos que fazem a identidade da Europa. Não vou, obviamente, desenvolver qualquer hermenêutica à volta do texto, mas existem umas ideias geniais que valem a pena enumerar. A par do pedestrianismo, de Atenas, das ruas, do sentido escatológico da realidade, aparece-nos os cafés. Diz-nos Steiner que os cafés possuem uma marca indelével na ideia de Europa. Foi lá que se desenharam os mapas intelectuais e físicos desse continente. Transpondo para o micronível da nossa cidade, também é possível fazer alguma análise. Possivelmente, nos cafés de Fafe promoveram-se estratégias políticas, marcaram-se rituais de passagem, fomentaram-se mecanismos de mobilidade social ou de imobilidade social.
Vamos ao Avenida. Ainda hoje existe, embora com um semblante melancólico. Contudo, a sua história é de resistência. Associado ao nome de António Saldanha, o café Avenida foi um espaço de tertúlia e de luta política. Pouco sei dele, a não ser pequenos relatos que o meu pai me fez.
Já no período pós-revolucionário, emergiu o Arcada. Enquadrado por uma vertente política marcadamente socialista, o Arcada recebia a pequena burguesia urbana, pouco letrada é certo, mas muito ligada aos sectores socialistas. Foi a época das certezas quanto ao rumo, um pouco dogmáticas, mas também muito marcada pela bandeira do punho.
O Académico. Café de referência da burguesia endinheirada, o Académico era muito favorecido pelos ventos do PPD. Era um café que tinha prazer na demarcação social, mas sem grande pendor ideológico.
Com protagonismo mais elitista, surge o famoso Clube Fafense. Aí encontrava-se a elite do charuto e dos jogos. Não olhava com altivez para o meio envolvente, pura e simplesmente o ignorava. Conservador, atraía a alta burguesia.
Muito mais haveria a dizer, posso, inclusive, estar a ser pouco fiel na minha análise, mas é minha. O interessante seria os leitores completarem ou objectarem algumas ideias aqui expostas.

António Daniel

11 comentários:

horas do cafe disse...

Posso falar acerca dos cafés que conheço em Fafe e que são mais para os mais novos e que frequento as vezes.

SITUS - O café dos jovens da arcada. Fervilha neste café algus ideiais de esquerda em jovens que são ora bloquistas ou que gostam do ícone que é Che Guevara. É o café do contra. A melhor coisa deste café é mesma a música.

JOVS- O café dos queques e betinhos de Fafe. Faz sucesso entre os mais novos por causa dos finos de grande qualidade.

BAR DO SÉCULO- Ideal para quem quer aliar um copo e um cachorro...

FRATELLI - O café dos adolescentes que mais esta na moda em Fafe. Há djs ao fim de semana que animam a malta mas também é um café onde tem havido alguns disturbios.

VOICE - Para quem gosta de mostrar os seus dotes de karaoke

António Daniel disse...

«horas do cafe», boas tiradas. Ao saber a «alma» dos cafés, sabemos a alma de Fafe. Onde fica o Bar do século e o Fratelli? Brevemente falarei do anos 90.

Anónimo disse...

Assim, como as árvores de folha caduca com os ciclos de morte e renascimento o mesmo acontece com os cafés. No Inverno quase não damos por eles. No Verão florescem, estendem os seus ramos para as praças e avenidas.
Em Fafe os cafés têm quase todos as mesmas características
Em Espanha, conheço uma pequena cidade, onde existe uma zona só destinada a cafés. Com pista de dança,são frequentados por pessoas de várias faixas etárias.Tambem acho os espanhoes, um povo mais alegre. Em Fafe só no parque da cidade poderia haver algo do género

Anónimo disse...

o bar do seculo fica em frente a secundaria. o fratelli perto de onde era a antiga parefa

Anónimo disse...

Não frequento, mas antes dos "cafés da zona do JOVS" fale-se do H7

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Frequento o Fratelli desde que abriu, drogas nunca vi por lá, mas sim bom ambiete e boas pessoas. Os donos Mike e PH são 5 estrelas ao contrario de alguns cafés...
O que existe por aí è muita dor de cotovelo, principalmente daqueles concorrentes directos. Que chamam constantemente a GNR para tentarem difamar o café.
Até agora por o que sei, já foram chamadas varias autoridades competentes (asae, GNR,inspectores) e estava tudo em ordem. Por isso deixem de difamar o melhor café de FAFE.
Entra na GRIFF

Anónimo disse...

falam muito do fratelli...isso deve ser dor de cotovelo...é por causa de tanta critica que o fratelli cada vez tem mais clientes...se fosse como dizem que é so alcool e drogas ja estava fechado...
é dos unicos cafés em fafe que tem as licenças todas para estar em funcionamento...a gnr ia la muitas vezes por causa da concorençia que nao gosta de ver o fratelli sempre a pinha...

se tens duvidas que é mesmo bom aparece e entra na griff

paula cunha disse...

Vi este blog e fiquei de queixo caido.
Fala-se dos cafes todos, bem e mal, mas o que ficou mais sentido é a inveja que se sente em relaçao ao FRATALLI.

O fratelli isto...o fratelli aquilo....mas todos vao la ter.
A vossa vida nao vos chega?Trabalhem e deixem os outros trabalhar.Nao se preocupem se vai la a policia, a asea,deixem tar,ja por isso é que ha muitos cafes em fafe,para todos os gostos.Quem gosta gosta, quem nao gosta temos pena.Havendo licenças..e ja dita a lei, quem manda sao os superiores.

Deixem me dizer que tambem achei de muito mau gosto citarem aqui o nome de uma pessoa, pondo em causa o seu caracter profissional, dando-se o escritor da mensagem como ANONIMO.Tenha vergonha.

Ah é verdade: o objectivo de qualquer estabelecimento é fazer dinheiro.Cada um á sua maneira.

PERGUNTO -ME:Qual será o seu??Sera correcta a sua maneira de ganhar dinheiro??humm nao cuspa no prato que um dia pode vir a comer nele.

Deixem-se de brincadeiras. Olhem pela vossa vida, deixem a do vizinho em paz.

Já diz o ditado: nao "desejes" mal ao vizinho que o teu mal vem a caminho.

ASSINADO: Paula Cunha

ENTRA NA GRIFF

Anónimo disse...

Sem duvida o melhor, FRATELLI CAFÈ BAR

Anónimo disse...

Por o que li neste blog só posso pensar que quem diz que no Fratelli não tem droga, álcool em excesso e vendido a menores só pode ser da mesma turma, a GNR vai lá sim e muitas vezes não só pela concorrência mas também pelo elevado número de queixas feitas pela vizinhança.
1º Do barulho em excesso e isso já foi tratado pelas autoridades competentes e confirmada a ilegalidade tal como foram reunidas provas que mostram que o teste apresentado pela administração do bar foi fraudulenta a própria câmara municipal já reconheceu, asae ainda não foi lá ao bar mas esta ao par de tudo isto.
2º A violência dentro e fora do bar pois caso contrario não contratavam seguranças uns que ficam nas proximidades prontos para intervir e outros tipo porteiro mas como todos são seguranças ilegais e estão vestidos a civil sem identificação passam como clientes caso aja problemas e isso também esta provado com fotos e vídeos, tal como as intervenções do INEM.
3º O intenso e forte cheiro a tabaco e não só, que se faz sentir nos arredores do bar que esta totalmente fora da legalidade, como se não bastasse tem umas saídas de fumo que é a coisa mais ridícula já alguma vez vista, uma saída de fuma vai para as galerias de loja dentro do edifício e outra para o exterior que fica junto a vi trine do bar por baixo das varandas e intoxica os moradores do prédio, para alem da barulheira, é por isso que tem vários apartamentos a venda, o próprio construtor já reconheceu que o isolamento acústico realmente não é dos melhores e as saídas de fumo para alem do barulho que faz não esta legal pois as lojas não foram feitas já com saída de fumo que deve ser pelo telhado do prédio.
4º O vandalismo que é feito nos carros e casas das proximidades
Com isto tudo posso afirmar que boa parte do que dizem a respeito do bar (que esta legal etc.) é mentira pois as provas já estão reunidas e entregues a advogados que vão levar o bar a tribunal, e quanto as drogas também estão filmados e fotografados os usuários e traficantes, alguns deles frequentadores diários do bar e até trabalham lá ao fim de semana o mais grave é que tem um pai e filha envolvidos nisto e funcionário público.
Mais será revelado.