28 dezembro 2009

Programação Teatro Cinema JANEIRO


Dia 8, Sexta-feira, Música, 21:30h, 2Eur
Concerto de Reis pela Academia de Música José Atalaya (alunos a solo, grupos de câmara, classes de conjunto, orquestra e coros)

Dia 9, Sábado, Música, 21:30h, 3Eur
Recital de Música de Câmara com Oxana Chvets (violoncelo), Domingos Castro (clarinete) e José Dias (piano)

Dia 16, Sábado, Música, 21:30h, 3Eur
Concerto pelo pianista fafense José Miguel Dias

Dia 23, Sábado, Teatro, 21:30h, 3Eur
"O pássaro de papel" pelo Centro de Criatividade

Dia 30, Sábado, Teatro, 21:30h, 3Eur
Estreia Nacional "Esganarelo, o cornudo imaginário" de Moliere interpretado pela Filandorra, Teatro do Nordeste

8 comentários:

Anónimo disse...

sinceramente estava a espera de mais no cine-teatro.não está a ser um local devidamente aproveitado.pouca escolha para os jovens...

Luís Peixoto disse...

Será sempre complicado trazer algum nome grande da arte ao cine teatro devido às limitações do espaço.

Eu não concordo! Pelo cine-teatro têm passado artistas das mais diversas áreas do teatro e da música o facto de ser aproveitado já vai de acordo com os gostos de cada jovem.

Questões que coloco:
1.Continuam a haver sessões de cinema no cine-teatro?
2.Qual tem sido a taxa de ocupação do cine-teatro?

António Daniel disse...

Luís Peixoto, boas questões. Obviamente, que o balanço é fundamental para medir, sugerir, equilibrar, etc... ficamos à espera. Caro anónimo, já é tempo da «juventude», epíteto que sinceramente não consigo definir com exactidão, se adaptar. Já houve espectáculos bastante bons para Fafe. Essa «juventude» que adira!

Anónimo disse...

Concordo perfeitamente com o facto de ja terem passado pelo cine-teatro bons artistas.No entanto esperava uma maior variedade de espectaculos.

Jesus Martinho disse...

A programação do Teatro-Cinema de Fafe foi, até ao momento, variada e de qualidade muito significativa. A divulgação dos grupos locais foi também uma aposta ganha.
Por outro lado o público fafense é que nem sempre adere.
O Teatro-Cinema já teve muito bons espectáculos com público reduzido.
Não sei onde reside o problema... na divulgação? não me parece; no preço dos ingressos? é sempre muito barato e também não é por aqui.
Será que Fafe está preparada para este ritmo Cultural?
Porque não fazer um inquérito sério e abrangente sobre os interesses culturais dos fafenses?

António Daniel disse...

Caro Jesus Marinho, colocou o dedo na ferida.

sem nome disse...

Caro jesus martinho, concordo em tudo o que diz excepto numa questão:
a divulgação dos espectaculos existe mas acho insuficiente. deveria ser elaborado um site sobre o cine teatro, assim como newsletters informativas e/ou serviços sms (existe isso mt bem feito por exemplo no vila flor em guimaraes) que vão de encontro as pessoas.
se maomé não vai a montanha, que vá a montanha a maomé

Jesus Martinho disse...

Caro "sem nome":
É para isso que servem os Blogues.
Troca de comentários e discussão fértil. Estou completamente de acordo.
Realmente o público parece não procurar muito a informação.
Um sítio na Net seria bom... aliás estou eu a fazer um pouco essa função de divulgação na FALAF, sem esquecer o próprio Montelongo, é claro.
Gostei da ideia dos sms...
Que a Deusa Minerva ilumine os responsáveis pela divulgação dos eventos do nosso Teatro-Cinema... ou em alternativa de fé, leiam mais os bons Blogues de Fafe.