13 janeiro 2012

Termómetro 2012



Está à porta a edição de 2012 do Festival Termómetro, que vai decorrer, na primeira fase, em cinco espaços das cidades do Porto e de Lisboa. Foram 25 os projectos musicais seleccionados, e, segundo Fernando Alvim, o mentor e director do festival, esta é a edição com mais potencial de toda a história do festival.
Durante o mês de Janeiro decorrem as eliminatórias do Festival Termómetro, onde serão seleccionados os finalistas que, a 4 de Fevereiro, vão participar na final do Festival na sala 114, no Porto.
O presidente do júri será Henrique Amaro, da Antena 3, tendo o projecto vencedor a oportunidade de editar um CD com 4 temas originais, gravar um videoclip, realizar uma sessão fotográfica profissional e ganhar uma viagem para todos os elementos a Londres. Valter Lobo, jovem músico fafense, actua hoje à noite na 1ª eliminatória do Festival no Espaço Maus Hábitos, no Porto.

João Coimbra

22 comentários:

Margarida P.Sousa disse...

Não conhecia.
Gostei muito da música.
É bom saber que a nossa cidade tem pessoas com tão vastas capacidades.
Parabéns.

Anónimo disse...

Em fafe existem pessoas com inúmeros talentos...este é um deles. Pena é que aqui nesta cidade não se dê oportunidade a todos eles mostrarem o quanto valem.É com atitudes de desprezo pelas pessoas que continua a existir nesta cidade, que fafe vê assim perder os seus jovens, os seus talentos.ACORDEM!!!!

João disse...

Já agora, visitem:

Página Oficial:
http://www.valter-lobo.com/

Facebook:
http://on.fb.me/yqleBE

Teresinha Domingues disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Teresa Domingues disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Teresa Domingues disse...

Aconselho vivamente! ;)

Já agora, façam o download gratuito do primeiro single do álbum de originais de Valter Lobo com José Duarte Antunes, na página oficial, anteriormente referenciada.

Obrigada.
Cumprimentos.

Anónimo disse...

Parabéns ao Valter, pela força que tem em se revelar ao mundo!!
Mas não posso passar sem deixar a minha opiniao sincera:
A letra, é na minha opinião muito má, não diz nada, falta-lhe poesia, falta-lhe sentido musical, quem ouve não a sente, como deveria sentir se a mesma conseguisse ter vida própria, são versos vazios "um vou que não fui" (????)"sinto a falta de ter..." (demasiado repetitivo)!!!

Quanto à musica, não nos oferece nada de novo, como alias se verifica na maioria das bandas actuais, infelizmente!!! Tem nesse sentido, também ainda um longo caminho a percorrer!!

A musica tem que se sentir na pele!!!

Anónimo disse...

se eu fosse amigo do valter, aconselhava-o a levar o direito mais a sério, porque na musica, se seguir a tendencia do primeiro single, não vai longe. muito mau.

as criticas também dão força.

Paulo Faria disse...

Discordo completamente das duas últimas opiniões.
A música é realmente boa, tem uma melodia diferente do habitual. Penso que o Valter conseguiu fazer algo realmente diferente. Aliás, não se colou a ninguém, nem a nenhuma banda já existente. É algo genuíno. Sente-se.
A letra, inclusive o que transcreveu ( Um vou que não fui ) tem um significado que, claro está, pode transcender a maior parte das pessoas.
São frases simples, claras, mas que transportam infinitos significados, cabendo a cada ouvinte interpretá-los. Isso, como disse, depende da sensibilidade de cada pessoa e da forma como vive(...).
É um português muitíssimo bem trabalhado.

Parabéns Valter, não só pela música, mas pela sua participação no Festival Termómetro. Pelo que li na imprensa, foram centenas as bandas que concorreram (internacionais também), e o facto de ter sido seleccionado para ficar entre as 25 mais, é já, por mim, considerada uma vitória.

Queremos mais.
Força.

Abraço,
Paulo Faria

Isabel Martins disse...

Hoje passei novamente por cá e ao ler as mensagens anteriores, não pude mesmo deixar de dar a minha opinião e dizer o que sinto.

"De ser um todo"
"De ter um rumo"
...
"Lugar seguro"
...
"Só que não dói"
"Ver o Inverno" - A frase mais bonita da músia.

Ao ouvir esta música imagino-me num lugar "não seguro", frio, triste, escuro ... a pensar nos sentimentos que me movem.
Imagino-me num sítio cheio de árvores, com neve.
Faço filmes na minha cabeça.
Se o teu objectivo foi este, fazeres com que me revisse nessa personagem que, se calhar e sem querer, criaste, conseguiste e dou-te os meus sinceros parabéns...
Não paro de ouvir a música.
Talvez por me rever na letra.
Talvez por ser uma pessoa que vê o Mundo com um olhar triste.
Diferente?
Não sei.

Não consegui ir ao Porto para te ouvir ao vivo. Disseram-me que tocaste mais três músicas além desta.
Ansiosa por as descobrir.
Espero por outras ocasiões.
Em breve.

Beijinho e obrigada.
Isabel Martins

Anónimo disse...

entre os 25 melhores???? não, simplesmente foram 25 candidatos no maus habitos,
as eliminatórias decorrem em alguns locais do pais, e o Valter não passou sequer a primeira...mas se continuar a trabalhar vai de certeza chegar longe.

Boa Sorte!

Teresa Domingues disse...

Bons dias!
Fico feliz por este tema suscitar tantos comentários! ;)
Deixe-me corrigi-lo, anónimo das 12:19.
Abriram inscrições para concorrer ao Festival, como já é habitual desde 1994. Qualquer banda pode concorrer ...
Depois disso, foram seleccionadas pelos júris do Festival (entre eles Fernando Alvim e Henrique Amaro ambos da Antena 3), 25 bandas!
Depois disso, são cinco as eliminatórias, passando uma banda por cada, apurando-se para a grande final.
O Valter não passou à final, ficando em terceiro classificado na sua eliminatória.
Está correcto, portanto, o que disse o Paulo Faria anteriormente.

Cumprimentos.

Anónimo disse...

Obrigado por me esclarecer, Teresinha..apesar de não ser o meu estilo de musica, não posso deixar de lhe reconhecer qualidades de grande artista, como disse anteriormente, se continuar a trabalhar, chegará longe de certeza. Até breve.

Pedro T. disse...

Não sabia que existiam tantos experts da música e da poesia. As letras não tem de tocar a todos. Aliás, como dizia um grande pensador;
"A Arte não é para todos e se é para todos...não é arte". As boas críticas são as construtivas e não as destrutivas.

Pedro Reis disse...

LOL!!!

UM EXEMPLO DE POESIA,A VERDADEIRA!

"Bebo o vinho do teu corpo
Devagar como se a boca
Fosse uma flor onde o tempo
Desenha um mapa da vida

Corre o vinho do teu corpo
Nos lençóis da madrugada
E há carícias debruçadas
À janela do silêncio

Bebo o vinho do teu corpo
Bebo até morrer de sede
Bebo o vinho do teu corpo
Bebo até morrer de sede

E provo o vinho do teu corpo
Gota a gota e beijo a beijo
Como quem recolhe o sonho
De entre os dedos de um sorriso

Corre o vinho do teu corpo
Nos regatos do luar
Que hão-de vir desaguar
Mansamente nos meus braços


Bebo o vinho do teu corpo
Bebo até morrer de sede
Bebo o vinho do teu corpo
Bebo até morrer de sede

Bebo o vinho do teu corpo
Devagar e quase a medo
Na surpresa dos segredos
Copos cheios de prazer

Bebo o vinho do teu corpo
Bebo até morrer de sede
Bebo o vinho do teu corpo
Bebo até morrer de sede
Gota a gota beijo a beijo"

grande musica dos neruda, grande letra!! não confundam!

isto não é arte é mesmo: ARTE!!!

Anónimo disse...

Arte ou não arte, como dizem, a música não deixa de ser realmente boa.
Arte ou não arte, força Valter.
Arte ou não arte, criaste algo. Criaste uma música.
(Espero ouvir as restantes).

Arte ou não ... a verdade é que ninguém está aqui para comentar se é ou não é arte.
O objectivo do post de João Coimbra foi para divulgar um músico Fafense, por sinal.
Penso eu.
Não?

Cumps

Joana Silva disse...

Anónimo último, Fafe é mesmo assim.
Os da casa nunca prestam. Os de fora é que são bons.
Sempre foi assim.
E irá ser sempre assim.

Beijinhos
Joana Silva

Anónimo disse...

Muito bom.
Parabéns Valter Lobo.

Abraço
Daniel

Anónimo disse...

Ao ler o comentário de um anónimo que dizia:
.....se eu fosse amigo do valter, aconselhava-o a levar o direito mais a sério, porque na musica, se seguir a tendencia do primeiro single, não vai longe. muito mau.....
Eu, como amigo só posso dizer: Amigo esquece a merda do direito e leva ainda mais a música a sério...

P.S. Depois do que li, aposto que este artista vai ver o Michel Teló....

Abraço
João Silva

Anónimo disse...

Caro João Silva

não fui nem vou ver o Teló, mas ja estive perto de SENHORES, como Eric Clapton, Roger Waters, Mark Knopfler, Joe Cocker, Carlos Santana, Peter Murphy...e muitos outros!!

Trabalhei com o Jorge Palma, partilhei grandes momentos de musica com o Rui Veloso.

não tente dar lições de boa musica, a quem vive a musica por dentro!

e aposto, o Valter, se continuar no registo do primeiro single, não chegará longe!

Quanto ao Teló, não aprecio, mas a verdade é que o homem num mês fez mais sucesso, que o Valter fará na vida toda! as pessoas gostam, bom ou mau gosto, cada um tem o seu, e ninguem tem o direito de o julgar...

A musica, faz-se para as pessoas gostarem...lembrem-se disso!

Teresa Domingues disse...

Para todos aqueles que GOSTAM desta primeira música, não deixem de estar atentos,ok? :)
Muitas novidades em breve.
Boas.
Imensamente boas!!

No "entretanto" é ouvir o "Inverno" na Antena 3 - Portugália de Henrique Amaro, na RUC e outras rádios locais pelo nosso país fora.

Beijinho e até breve! :)

Teresa Domingues disse...

Já agora, não deixem de ler!
Só para os que gostam da música...

http://punchmagazine.net/2012/02/24/nova-banda-valter-lobo/

Obrigada.
Beijinhos